Enfermeira é demitida no grupo da empresa no WhatsApp e justiça concede indenização

Por Aratu Online

Foto: Reprodução / Getty Images

A Justiça do Trabalho concedeu uma indenização de R$ 10 mil a uma enfermeira brasiliense, na última sexta-feira (29/7), por ter sido demitida da sua empresa, SOS Medical Produtos Hospitalares, no grupo da organização no aplicativo de mensagens WhatsApp.

Para a juiza da 19ª Vara do Trabalho de Brasília Maria Socorro de Souza Lobo, a forma com que ocorreu a demissão foi “despida do respeito que deve nortear as relações de emprego”.

A enfermeira tinha entrado com uma ação pedindo por reparação por danos morais. Além disso, cobrou diversos outros direitos trabalhistas, como adicional de insalubridade, horas extras e acúmulo de funções.